Seis motivos para viajar e fazer um intercâmbio no Japão

22/08/2017

Vista do palácio de Himeji, no Japão; país tem belas paisagens - Créditos: Jui-Chi Chan/iStock
Vista do palácio de Himeji, no Japão; país tem belas paisagens - Créditos: Jui-Chi Chan/iStock

Fazer um intercâmbio no exterior já deixou de ser um sonho distante de muitos brasileiros. Mas quando o assunto é a escolha do destino, Canadá e Estados Unidos são os preferidos da maioria dos estudantes. Poucos chegam a considerar o Japão como opção.

"As possibilidades vão muito além de culinária e cultura pop, principalmente para aqueles que buscam se aprimorar em outras habilidades e cursos", diz Pablo Pereira, gerente da Global Study, agência especializada em intercâmbios em mais de 14 países.

Se você se enquadra entre os estudantes que não consideram o Japão uma opção, pode estar cometendo um grande erro. Isso porque o país possui diversos atrativos e possibilidades únicas, o que pode ampliar seus horizontes como nenhum outro.

Confira abaixo apenas seis motivos para você incluir o Japão como uma excelente opção para um intercâmbio cultural.

Educação, cultura e hospitalidade

O ometanashi vai muito além de hospitalidade - Créditos: coward_lion/iStock
O ometanashi vai muito além de hospitalidade - Créditos: coward_lion/iStock

Você vai simplesmente se apaixonar pelos japoneses! No começo os brasileiros estranham o jeito formal do japonês, mas a hospitalidade é a palavra de ordem.

Existe um conceito no Japão chamado omotenashi, difícil de ser traduzido, mas está relacionado à forma como os japoneses recepcionam seus convidados.

O ometanashi vai muito além de hospitalidade. O hábito envolve vários costumes milenares da cultura e vai fazer você se sentir tão bem que não vai querer ir embora.

Outro grande ponto a favor é o choque de cultura, o Japão é um país completamente diferente do Brasil, a imersão em uma outra realidade irá fazer você sair da zona de conforto e gerar conhecimentos e experiências surpreendentes para o resto da vida.

Qualidade do ensino

Exigentes com o aprendizado, qualquer curso que você fizer no Japão, tenha certeza de que a qualidade do ensino será inquestionável. Cerca de 10 ou mais universidades do país estão listadas entre as top 200 do mundo por diversos rankings. O Japão tem investido no ensino para atrair estudantes internacionais.

País de primeiro mundo

Festival das cerejeiras no templo Sensoji, em Tóquio - Créditos: bhidethescene/iStock
Festival das cerejeiras no templo Sensoji, em Tóquio - Créditos: bhidethescene/iStock

Segurança, limpeza e praticidade. O Japão é um dos países mais seguros do mundo, para você ter uma ideia, algumas lojas até colocam sua mercadoria do lado de fora pois sabe que não haverá nenhum tipo de furto.

No quesito limpeza o país todo tem um respeito muito grande com dejetos, por mais que não vemos lixeiras pelas ruas também não vemos lixo no chão, os hábitos lá são de respeito ao próximo em todos os quesitos.

A praticidade é algo primordial na cultura do Japão, máquinas de venda automática estão em todo o lugar, balcões de informação instalados para sempre ajudar os turistas e o transporte público é utilizado por todas as classes sociais e com acesso fácil as principais regiões.

Custo de vida

Sempre ouvimos que o Japão é um lugar caro, isso é verdade, mas uma grande vantagem dos países de primeiro mundo é que é possível viver bem gastando pouco. Quando comparamos com destinos como Londres, Sydney ou Nova York o custo de vida no Japão é relativamente similar, o que pode ser uma vantagem na hora de escolher o destino.

Gastronomia

Barracas de rua em Osaka -Créditos: Sean_Kuma/iStock
Barracas de rua em Osaka -Créditos: Sean_Kuma/iStock

Para um primeiro viajante será um choque nos hábitos alimentares. O arroz branco é a base da alimentação japonesa, consumido no café da manhã, almoço e jantar. Mas não vá pensando que é o mesmo arroz que comemos aqui no Brasil.

O feijão japonês é fácil de encontrar em doces, sorvetes, tortas... Isso porque não é o mesmo feijão que o nosso, então se prepare para ficar um bom tempo sem o nosso feijão com arroz diário. Uma refeição tradicional japonesa é constituída por uma cuia de arroz branco, sopa (geralmente de missô - pasta de soja), uma rica variedade de hortaliças ou de picles, acompanhados de pequenas porções de algum tipo de carne.

E o sushi? Sushi é algo pouco consumido no dia a dia do Japão, e Temaki nem existe por lá!

Paisagens e pontos turísticos

Vista do Monte Fuji, um dos cartões-postais do Japão - Créditos: dewpak/iStock
Vista do Monte Fuji, um dos cartões-postais do Japão - Créditos: dewpak/iStock

O país é repleto de paisagens de cair o queixo! A natureza encanta pela delicadeza e pelas estações do ano que são bem marcadas, o que faz a paisagem mudar a cada quatro meses.

Os parques são um capítulo à parte, para conhecer com calma. Os passeios históricos também merecem uma visita. Templos e santuários tem perfeito estado de conservação.

Os japoneses se orgulham de sua história e por isso preservam as características da cultura e os marcos históricos do país.

Publicado originalmente em: http://bit.ly/2xpGBxC