Segundo dia da Trilha Inca para Machu Pichu

27/06/2017

Começo do temido segundo dia - subidas e mais subidas. O pessoal levanta cedo (com direito a uma xícara de chá de coca na porta da barraca, pra acordar...), toma um cafezão mega reforçado (com direito à mingau de aveia, panqueca com doce de leite, salada de fruta... hum...), alonga e vai para a caminhada.

olha o subidão... e eu ainda tava rindo...
olha o subidão... e eu ainda tava rindo...

Mal se começa a andar e já entra uma subida punk. Nesse dia a trilha sobe mais de mil metros de altitude. O mais difícil é até se aquecer e encontrar o seu ritmo. Durante a caminhada muitas vezes é preciso dar passagem para os carregadores (quando se ouve o grito "Porteador", tem que chegar para o lado), que levam as barracas, comidas e até botijão de gás! É impressionante como eles conseguem carregar tanto peso e caminhar tão rápido, ultrapassando todo mundo.

Porteadores carregando até botijão de gás...
Porteadores carregando até botijão de gás...

Em alguns trechos os guias param pra galera descansar, e pra esperar que o pessoal que está mais atrás alcance o grupo, pra não se distanciar demais. Às vezes o tempo de parada é até muito longo, o corpo esfria e acaba sendo sofrido recuperar o ritmo depois... Vários trechos têm "degraus" de pedra com bastante desnível, que exigem um esforço maior do que só a subida. A manha é ir subindo pelas beiradas de cada degrau, andando em S, para reduzir o desgaste.

Trilha, segundo dia
Trilha, segundo dia

A parada do almoço é um bom momento pra recupear energias. Como é um local bem alto, costuma fazer bastante frio, é bom ter à mão gorro e luvas. Nesse dia chegou até a chover um pouco (a capa de chuva também precisa estar disponível). No período da tarde, apesar de continuar sendo subida, o corpo já está mais acostumado com o ritmo, e acaba não sendo tão difícil quanto o começo.

Acha que tava frio??
Acha que tava frio??

Na metade da tarde finalmente se chega à parte mais alta da trilha (Warmiwañuscca, a 4.215m de altitude!), uma emoção enorme!! Uma alegria conseguir chegar e completar o trecho mais difícil! A caminhada continua em descida (ufa!), e no final, um pouco antes do acampamento, tem um rio mega gelado, mas pra quem tiver coragem rola encarar um banhão! Ou então é só com os lencinhos umedecidos mesmo (mais um dia sem banho...).

Uhu! Finalmente no topo!
Uhu! Finalmente no topo!

Depois de tanto esforço, terminar o dia é uma delícia, jantar ótimo e acampamento em um platô em frente a dois morros, um lugar meio misterioso... 

Parte mais alta da trilha: 4.215m de altitude!!
Parte mais alta da trilha: 4.215m de altitude!!

Nessa noite vi o céu mais lindo do mundo... o ar estava gelado, super difícil agüentar ficar fora da barraca, mas eram tantas estrelas pipocando no céu, milhares de pontos brancos pintando o manto negro... estrelas cadentes... silêncio... uma energia impressionante, uma força espiritual... Maravilhoso!! Nunca vi e senti nada igual!

Pausa pra relaxar e curtir a paisagem
Pausa pra relaxar e curtir a paisagem

Carol Moreno - 18/11/2008

Publicado originalmente em: https://www.mochilaotrips.com/segundo-dia-trilha-inca-machu-picchu/ Acesso em 27/06/2017

Ver também