Boulevard Olímpico

25/10/2016

Enfim, a expectativa pela realização dos jogos olímpicos se concretizou. A cidade do Rio de Janeiro está vivendo um momento muito interessante no que se refere à ocupação dos seus espaços públicos. O Boulevard Olímpico é um bom exemplo de recuperação de um lugar abandonado e decadente. 

Praça XV
Praça XV

Localizado no trecho por onde passava o viaduto da Perimetral, que começa em frente ao Museu Histórico Nacional, passando pela Praça XV, Candelária, Praça Mauá, Cais do Porto e vai até a Rodoviária Novo Rio, tornou-se um lugar agradável para passear, praticamente um play ground para quem mora e trabalha na região central do Rio de Janeiro.

Candelária e a Pira Olímpica
Candelária e a Pira Olímpica

A primeira grande novidade do Boulevard Olímpico é a Orla Conde, que recebeu esse nome em homenagem ao ex-prefeito do Rio Luiz Paulo Conde, que foi o primeiro administrador da cidade a ter a ideia de derrubar a Av. Perimetral. Ela vai da Candelária à Praça Mauá, passando pela frente do 1° distrito Naval. Ali é possível fazer belas fotos com a vista da Baía de Guanabara ao fundo. 

Cais do Porto visto da Praça Mauá
Cais do Porto visto da Praça Mauá

Durante o período dos jogos olímpicos muitas atividades estão acontecendo ao longo do dia e à noite. Shows, feiras, exposições, gastronomia, atividades de aventura e a simples oportunidade de caminhar com a família, com os amigos e contemplar a magnífica paisagem que durante décadas esteve escondida, é um programa fantástico. 

Nos telões é possível assistir às competições, sentir a emoção de torcer pelos seus atletas preferidos lutarem por pontos decisivos a poucos segundos do fim das partidas. Os palcos Tendências, Encontros e Amanhã apresentam shows variados para entreter o público no intervalo dos jogos. Nos links abaixo é possível conferir a agenda de cada um:

Palco Tendências:

  • http://www.boulevard-olimpico.com/atracoes/palco-tendencias/

Palco Encontros:

  • http://www.boulevard-olimpico.com/atracoes/palco-encontros/

Palco Amanhã:

  • http://www.boulevard-olimpico.com/atracoes/palco-amanha/

As casas dos países e das marcas patrocinadoras dos jogos são atrações à parte e acrescentam o desafio de organizar uma maratona para conseguir visitar o maior número no tempo disponível. Das que tive a oportunidade de visitar, a mais simpática foi a Casa da Colômbia, que oferece a degustação gratuita do saboroso café colombiano. Outra muito interessante é a Casa da Alemanha, que tem uma grande área livre para o público assistir às competições, oferece aulas de dança e nas barracas é possível comprar cerveja e comida alemã. Nos links abaixo é possível verificar o endereço das diversas casas:

Casas dos Países:

  • https://riodegraca.com/2016/07/28/rio2016-roteiro-casas-dos-paises-os-enderecos-mais-concorridos-das-olimpiadas/
  • Uma observação importante é que a casa da Austrália já encerrou as suas atividades.

Casa das Marcas:

  • https://riodegraca.com/2016/08/01/rio2016-casa-das-marcas-patrocinadores-tambem-terao-espacos-com-programacao-gratuita/

Uma obra do artista Rafael Kobra está enfeitando a Av Rodrigues Alves, na esquina com a Rua Barão de Tefé. O Painel Etnias foi criado a pedido do Comitê Olímpico Internacional e mostra a face de cinco pessoas nativas de cada continente, numa referência aos anéis olímpicos.

O Boulevard Olímpico oferece aos cariocas de nascimento e por adoção, a oportunidade de serem turistas em sua própria cidade e tem um grande potencial de transformar-se num "point" após o encerramento dos jogos. Nas próximas postagens exploraremos outras atrações que o Centro do Rio oferece. Veja abaixo algumas fotos desse novo e belo espaço.

Marcos Vichi

Saiba mais sobre o que fazer no Rio

Clique no botão abaixo